Fechar

Not a member yet?Register now and get started.

lock and key

Sign in to your account.

Account Login

Poema

warning: Creating default object from empty value in /var/www/ary-toledo/modules/taxonomy/taxonomy.pages.inc on line 34.
13 set. 2011

Já que a corrupção
virou cleptomania

Já que a justiça
continua cega, surda e

Já que está consagrada a impunidade

O melhor a fazer é

Devolver isto aqui pros índios

Pedir desculpa pelo estrago

e mandar o Cabral descobrir a puta que pariu!!!

2leep.com
8 set. 2011

Peidorraria

Nunca segure o peido
Que peidar não é desprezo
Muita gente tem morrido
Por manter o peido preso.

Todos peidam neste mundo
Todos peidam até demais
Porque o peido é que nem filho
Só aguenta mesmo quem faz.

Peida o rei, peida a rainha
Peida o padre e o sacristão
Até a moça bonitinha
Deu um puta de um peidão.

Feliz é o bicho gambá
Que fede mais que um chiqueiro
Pode peidar à vontade
Que não vai sentir o cheiro!

2leep.com